Fortes de Niterói ajudaram o Rio a ser patrimônio mundial

04-07-2012 11:13

 

O jornal O Globo, em matéria publicada no dia 2/07, descreve os locais do Rio de Janeiro que proporcionaram a conquista do título de Patrimônio Mundial, concedido à cidade maravilhosano último fim de semana pela Unesco.

Segundo a reportagem, na lista descrita no site da entidade estão os Fortes Históricos de Niterói: Santa Cruz da Barra, São Luiz, Pico, Rio Branco e Imbuí. Segundo a assessoria de imprensa da Unesco, eles fazem parte do conjunto da “entrada da Baía de Guanabara”.

A entidade destacou a importância da Fortaleza de Santa Cruz: “Com mais de 450 anos de história, é obra impecável da arquitetura colonial militar luso-brasileira, reconhecida pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) com o tombamento ocorrido em 1938”.

De acordo com o jornal O Globo, outros locais citados pela Unesco, os fortes Rio Branco e Imbuí são ligados por uma pequena estrada cercada de árvores e praias, compondo, com o Forte do Pico, um conjunto com uma parte de Mata Atlântica preservada e presenças de animais como preguiças, saguis e corujas nativas.

Na reportagem, a Unesco diz que o principal objetivo do título concedido ao Rio é fazer com que a paisagem seja preservada. A entidade faz ciclos periódicos de vistoria para avaliar se os bens estão sendo devidamente cuidados. Em 2016, haverá uma série de inspeções na América Latina.

Para ler a matéria na íntegra visite o site do O Globo.

DOCUMENTO Patrimônio Cultural - Arqueologia e Antropologia© 2009

Desenvolvido por Webnode